Como investir em ações para o longo prazo? | Nexgen Capital
ações para longo prazo

Como investir em ações para o longo prazo?

Tornar-se sócio de empresas e participar dos resultados positivos que elas atingem é uma estratégia de investimento que pode ser interessante para muitos investidores. No entanto, a escolha das ações para longo prazo é uma tarefa que demanda muita análise e cuidado por parte de quem investe.

Afinal, além de avaliar os números das companhias nas quais você pensa em investir, é preciso realizar projeções de cenários para o futuro. Por isso, vale a pena entender os elementos que devem ser levados em consideração para essa estratégia funcionar.

Quer saber mais? Confira neste artigo como investir em ações para o longo prazo!

Como funciona o investimento em ações?

Antes de entender como elaborar sua estratégia para o longo prazo, é válido ter uma compreensão clara sobre o que é o investimento em ações. Desse modo, você terá uma base mais sólida para analisar as alternativas desse mercado.

O investimento em ações consiste na compra de parcelas do capital social de uma empresa listada na bolsa de valores. Com isso, o investidor pode participar da divisão de lucros da companhia, participar de assembleias e aproveitar o crescimento da organização, por exemplo.

Todavia, em contrapartida ao potencial de retorno, também existem riscos envolvidos. A compra de ações é um investimento de renda variável. Por isso, você assume os riscos da operação e não há garantia de retorno positivo.

Para reduzir os riscos, essa estratégia — especialmente para o longo prazo — tem como base a análise fundamentalista. O processo consiste na avaliação dos principais números da companhia com o objetivo de entender se há campo para crescimento e solidez na operação do negócio.

Além disso, a paciência é outro elemento indispensável para quem deseja investir em ações. Isso porque é esperado maior oscilação de preços no curto prazo. Assim, é preciso lidar com as oscilações naturais do mercado sem tomar decisões precipitadas na sua carteira.

Por que as ações são consideradas investimentos de longo prazo?

Como você viu, o investimento em ações consiste em alocar seu dinheiro em empresas de capital aberto. Além de investir, existe também a opção de especular. Ela se baseia na busca por lucro no curto prazo, com uma maior exposição aos riscos.

Contudo, para fins de formação de carteira, as ações são consideradas investimentos de longo prazo. Isso porque, ao manter o investimento ao longo do tempo, é possível manejar melhor os riscos — diluindo, por exemplo, a volatilidade no tempo.

Ademais, é importante ter em mente que, ao investir em ações, o investidor está participando de um negócio. E toda companhia precisa de tempo para que suas estratégias gerem frutos — e, consequentemente, bons resultados para seus acionistas.

Assim, no longo prazo, o investidor tem maiores chances de usufruir das duas formas principais de obter lucros com seus aportes: a valorização dos papéis e o recebimento de proventos.

Na primeira situação, a possibilidade é adquirir ações de empresas com potencial de valorização. Então, quando as cotações dos papéis avançarem após anos ou décadas, o investidor pode desejar vender e realizar seu lucro.

Já o recebimento de proventos pode fazer das ações uma fonte de renda passiva. Afinal, eles são benefícios que você poderá receber — sem que haja relação direta com sua atividade profissional. Por isso, muitos investidores compõem o portfólio com empresas que sejam boas pagadoras de proventos, como os dividendos.

Como você pode ver, as duas estratégias podem ser úteis para quem visa alocação de longo prazo. Assim, ao conhecer bem a companhia na qual está investindo — e mantendo o capital alocado por mais tempo —, os investidores têm maiores chances de obter resultados positivos no futuro.

Quais as vantagens de investir em ações para o longo prazo?

Uma das principais oportunidades do investimento em ações com foco no longo prazo está no potencial de diluir riscos. Como vimos, o tempo pode ajudar na maturação dos resultados da empresa, além de equilibrar a volatilidade.

Além disso, os juros compostos podem ser outra vantagem de investir em ações no longo prazo. Esse ponto se configura no acúmulo de rentabilidade conforme o tempo for passando. No caso das ações, os juros podem ser acessados por meio da exposição à economia real.

É válido considerar, ainda, que os acionistas podem reinvestir proventos e potencializar o crescimento de sua participação no negócio. Essa, portanto, é mais uma das diversas vantagens de manter os papéis na carteira ao longo dos anos.

O que é preciso avaliar para investir em ações?

Agora que você entendeu os principais aspectos das ações para o longo prazo, é interessante saber o que avaliar no momento do aporte, certo? Assim, será possível tomar decisões mais alinhadas com o que você busca.

Confira o que é preciso considerar:

Perfil de investidor

Um dos principais pontos que você deve analisar antes de compor uma carteira de ações é o seu perfil de investidor. Embora a estratégia de longo prazo possa ser responsável por trazer um potencial de diluição de riscos, ela ainda não atua como garantia de retorno positivo. Portanto, o investimento em ações tende a ser mais adequado para investidores moderados e arrojados.

Objetivos

Após entender o seu perfil, é preciso traçar seus objetivos para o longo prazo. Ou seja, antes de realizar seus aportes ou mesmo considerar as empresas para a sua carteira, é preciso que você tenha clareza sobre os resultados que pretende atingir.

Números das empresas

Com a clareza sobre os dois pontos acima, você pode avançar para a análise das empresas. Vimos que o investimento em ações para o longo prazo tem como base a análise fundamentalista. Por isso, é essencial que você se dedique a conhecer a realidade da companhia na qual pretende investir.

Os indicadores fundamentalistas servirão como base para sua avaliação e podem facilitar a comparação entre empresas do mesmo setor. Assim, sua tomada de decisão tende a ser beneficiada — viabilizando a composição de um portfólio mais sólido.

Caso tenha dificuldades em fazer uma análise própria, pode ser viável contar com as carteiras recomendadas por analistas certificados.

Corretora de valores

Ao avaliar com cautela as empresas e fazer suas escolhas, é importante saber como investir em ações com mais segurança. Para isso, será necessário abrir uma conta em corretora de valores de qualidade.

Por meio dessa instituição você terá acesso ao home broker — ambiente que permite os aportes em ações e outros ativos negociados em bolsa de valores. Por meio dele, você fará a busca pelos papéis de seu interesse e emitirá suas ordens de compra.

Planejamento financeiro

Por fim, vale contar com um planejamento financeiro para nortear seus investimentos. Essa etapa é necessária, independentemente dos seus objetivos e prazos. Ao se planejar, será viável definir uma quantia regular para realizar novos aportes via corretora a cada mês — impulsionando seu portfólio de ações para longo prazo.

Você acabou de ver que o investimento em ações para o longo prazo pode ser interessante para quem tem planos futuros e deseja aguardar a maturação dos investimentos no tempo. Assim, não deixe de considerar os principais elementos dessa estratégia para tomar boas decisões de investimento!

Precisa de suporte para entender melhor o mercado de ações? Conte com a Nexgen Capital!

Buscar