O que faz um AAI? Conheça o assessor de investimentos! | Nexgen Capital
oquefazumaai

O que faz um AAI? Conheça o assessor de investimentos!

Durante muito tempo, a relação dos investidores brasileiros esteve concentrada nos bancos de varejo. No entanto, com o surgimento das corretoras de valores, os serviços se ampliaram. E também se consolidou a figura do AAI.

Esse profissional é um agente importante do mercado financeiro e que pode auxiliar o investidor no momento de tomar decisões. Porém, muitas pessoas ainda não conhecem o serviço e como ele pode trazer soluções completas para o investidor.

Para esclarecer essas questões, descubra a seguir o que faz um AAI, como ele atua no mercado financeiro e o que ele pode fazer por você.

Acompanhe!

O que é um AAI?

Sigla para agente autônomo de investimento, o AAI também é conhecido como assessor de investimentos. Ele pode ser pessoa física ou jurídica e atua em contato direto com os investidores.

Sua principal função é intermediar o contato de quem investe com a distribuidora de investimentos, como é o caso da corretora de valores. Contudo, sua atuação é estratégica e alinhada às necessidades de curto, médio e longo prazo de cada investidor — como você entenderá a seguir.

O que faz um agente autônomo de investimentos?

Por seu papel na relação entre investidor e instituição financeira, o AAI é um profissional do mercado financeiro que atua com apresentação dos produtos financeiros disponíveis na plataforma da corretora e na bolsa de valores.

Ou seja, o profissional atua ligado a uma instituição e mostra para o cliente os investimentos que são distribuídos por ela. Contudo, sua atividade não está limitada ao atendimento.  O AAI também tem um papel estratégico no sentido de auxiliar seu cliente a alcançar seus objetivos financeiros e encontrar soluções para diferentes necessidades.

Especialmente para o público de alta renda, contar com o suporte de um assessor de investimentos viabiliza acessar investimentos exclusivos e alternativas para proteger e impulsionar seu portfólio.

 

Para atuar de maneira regulamentada, o AAI faz parte de uma assessoria de investimentos. Essa empresa, por sua vez, tem vínculo exclusivo com uma corretora de valores. Assim, o profissional não pode representar duas instituições ao mesmo tempo.

Quanto ao custo de contar com um assessor de investimentos, é importante saber que o serviço é gratuito para o investidor. Afinal, a remuneração do profissional vem da instituição financeira, com base na taxa de corretagem dos produtos de seus clientes. O assessor também pode receber um rebate dos fundos.

Qual é a qualificação de um AAI?

Para garantir a segurança dos investidores e o atendimento às regras do mercado, o AAI deve ser devidamente registrado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Para obter a autorização desse órgão regulamentador, é preciso ter a certificação de agente autônomo de investimentos.

Por isso, quem deseja saber como se tornar assessor de investimentos deve conhecer a certificação da Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (Ancord).

A obtenção do desempenho mínimo obrigatório na prova da Ancord permite obter o registro na entidade e, consequentemente, a autorização da CVM.

Qual é o papel do AAI junto ao investidor?

A certificação do AAI é importante porque ajuda a garantir que ele desempenhe as funções adequadas junto ao investidor. Considerando sua relação de conexão entre quem investe e a corretora, existem atividades que se destacam nessa profissão.

Veja quais são elas!

Apresentação de oportunidades

Uma das principais funções do assessor de investimento, como você viu, é apresentar quais são as oportunidades disponíveis para o investidor.

O destaque é que essa apresentação acontece de forma personalizada, considerando o planejamento financeiro e o perfil do investidor. Com isso, ele entende quais são as alternativas que podem fazer sentido para a sua realidade e suas metas de curto, médio e longo prazo.

Esclarecimento de dúvidas

O investidor também tem a chance de esclarecer pontos sobre investimentos de interesse com o seu assessor. Na prática, o AAI pode tirar dúvidas sobre uma oportunidade de investimento ou uma estratégia.

Além disso, atua para explicar o funcionamento do mercado financeiro e ajudar o investidor a entender como pode investir. Na parte operacional, o AAI pode esclarecer pontos como a forma de executar certas operações ou as características de determinadas ordens.

Suporte ao investidor

No geral, o AAI tem a função de prestar um suporte personalizado e direto para o investidor. Ele pode fornecer um atendimento exclusivo, focado em condições e necessidades específicas.

Desse modo, quem investe conta com a ajuda de um profissional qualificado para ter acesso a informações confiáveis. Como a assessoria não gera custos para o investidor, ele tende a se beneficiar bastante.

Acesso a soluções exclusivas

Por fim, o investidor que conta com o apoio do AAI pode ter acesso a soluções completas para proteger e impulsionar seu capital.

É possível, por exemplo, conhecer investimentos disponíveis a investidores seletos – como é o caso das alternativas para investidor qualificado. Ainda, se torna mais fácil diversificar seu portfólio, se expor ao mercado externo e traçar, com maior facilidade, estratégias de investimentos.

O que o AAI não faz?

Além de saber o que faz o AAI, também é importante entender que existem atividades que ele não pode desempenhar.

Uma delas é a análise de investimentos, que fica destinada apenas aos profissionais que têm qualificação de analistas. Então o assessor não pode fazer uma análise de cenário ou criar uma carteira recomendada, por exemplo.

O AAI também não atua como consultor de investimentos. Ele não indica onde o cliente deve investir e nem faz indicações de estratégias ou produtos. O profissional deve se limitar a fornecer informações, sendo que a decisão final é sempre do investidor.

Em alguns casos, o assessor pode encaminhar ordens para execução via mesa de operações da corretora de valores. O processo, no entanto, é feito sempre diante da solicitação do cliente. Ele não gerencia diretamente os recursos, pois a composição da carteira de investimento é de responsabilidade do investidor.

Por que é importante contar com esse profissional?

Depois de ponderar o que um AAI faz e o que ele não pode fazer, se torna mais fácil entender os motivos pelos quais esse é um profissional relevante no mercado financeiro.

Afinal, ele oferece um apoio qualificado para o investidor, que consegue tirar dúvidas e conhecer oportunidades diferenciadas com mais facilidade e segurança.

Sem o assessor, o investidor pode ter dificuldades de acessar fontes confiáveis — o que pode inviabilizar uma tomada de decisão mais assertiva. Além disso, se torna mais difícil conhecer todas as possibilidades de investimento — disponíveis no portfólio da corretora — e soluções completas para o seu patrimônio.

Embora a atuação do AAI não prometa e nem garanta resultados, ela serve de apoio para quem deseja investir. Tanto quem é iniciante quanto aqueles que já têm um portfólio estabelecido pode aproveitar as vantagens desse serviço

Para tanto, é fundamental escolher uma assessoria que seja autorizada pela CVM e que tenha profissionais qualificados. O foco deve estar em oferecer ao investidor uma boa experiência, de modo que os conhecimentos do assessor possam agregar à sua tomada de decisão.

Como você viu, o AAI é um profissional fundamental para quem deseja ter acesso a um atendimento qualificado e soluções completas para cuidar e investir seu dinheiro. Sabendo o que o assessor faz e o que ele não pode fazer, você tem a chance de contar com um suporte diferenciado e completo antes de tomar as decisões de alocação dos seus recursos.

Quer começar a aproveitar os serviços de uma assessoria de investimentos? Entre em contato conosco da Nexgen Capital e descubra o que nosso time pode fazer por você!

Buscar